Sistema de Créditos do BOINC

Uma das dúvidas mais frequentes dos iniciantes no uso do BOINC é o funcionamento do sistema de créditos, que foi criado para comparar a contribuição dos participantes nos diversos projetos BOINC e incentivar a participação através da competição entre projetos, entre times e entre participantes, além do maior incentivo que é a ajuda à ciência.

É importante salientar que os créditos do BOINC tem finalidade apenas de comparação, não podendo ser comercializados ou trocados por dinheiro. Alguns projetos, como o [email protected], emitem certificados de participação com a quantidade de créditos processados (como exemplo, ao lado está o meu certificado).

Considerando que o BOINC é uma plataforma comum para diversos projetos de processamento distribuído, o sistema de créditos foi desenvolvido de forma a ser justo, considerando a efetiva contribuição de processamento pelos participantes e seguro, evitando-se fraudes.

A unidade de crédito do BOINC, também chamada de "cobblestone" devido ao nome do seu criador, Jeff Cobb, corresponde a 1% do processamento de um "computador de referência" durante 24h. Este "computador de referência" tem um processamento teórico de 1000 MIPS Whetstone e 1000 MIPS Dhrystone.

Para saber qual o potencial de processamento do seu computador, clique em "Rodar CPU Benchmarks", no Menu "Avançado" do BOINC.

Por exemplo, meu computador Positivo Informática PC-TV (Processador Intel Pentium 4 3.06Ghz, com 1GB de memória RAM e Windows XP Home Edition) tem os seguintes resultados:

26/12/2008 10:05:13||Running CPU benchmarks
26/12/2008 10:05:13||Suspending computation - running CPU benchmarks
26/12/2008 10:05:45||Benchmark results:
26/12/2008 10:05:45|| Number of CPUs: 2
26/12/2008 10:05:45|| 1373 floating point MIPS (Whetstone) per CPU
26/12/2008 10:05:45|| 2420 integer MIPS (Dhrystone) per CPU
26/12/2008 10:05:46||Resuming computation

Para calcular o potencial aproximado de processamento por hora, some os MIPS, multiplique pelo número de CPUs e divida por 480. Por exemplo, para o computador acima:

Créditos por hora = ((1373+2420)*2)/480 = 15,8

Quanto melhor for a capacidade de processamento do seu computador, maior será o número de créditos que ele processará. Normalmente os "gamers" possuem configurações melhores, que são importantes para uma boa performance em jogos como GTA, Call of Duty, Crysis, Need for Speed, Counter Strike e outros, e que também geram uma maior quantidade de créditos no BOINC.

Ajude a criar um benchmark comentando este post e colocando a configuração e o resultado do "CPU Benchmarks" do seu computador.

O número de créditos efetivo que seu computador vai gerar, entretanto, vai depender de como você o utiliza, ou seja, quanto tempo por dia ele fica ligado e quais outros programas que são executados, bem como das suas configurações de preferências (na aba "Avançado" do BOINC Manager), que são importantes para a otimização do processamento. Alguns projetos BOINC, ainda, utilizam a capacidade de processamento de placas de vídeo e consideram também a velocidade de disco para os cálculos de créditos.

Outro ponto importante é que o BOINC tem um sistema de validação dos créditos, assim podem demorar horas ou até mesmo dias para que sejam recebidos os créditos referentes ao processamento de determinada tarefa. Essa validação é necessária para evitar fraudes, e consiste na comparação da quantidade de processamento feita por outro participante do BOINC para a mesma tarefa.

Você já deve ter percebido que na lista de participantes do SETIBR, além do total de créditos processados, existe também o RAC (recent average credit), ou seja, a média de créditos recentes. O RAC é a média de créditos recebidos nas últimas 24 horas. Quanto maior o número de computadores de determinado participante e melhor a capacidade de processamento dos mesmos, maior será o RAC.

Abaixo segue o ranking dos 50 melhores RACs do SETIBR: estes são os participantes que mais estão contribuindo para os projetos BOINC. Esta estatística é atualizada diariamente, apesar da data do post.


A participação em times não afeta as estatísticas individuais dos participantes, e os créditos destinados ao time iniciam na data de filiação ao mesmo e encerram na data de saída ou mudança para outro time.

Na Imprensa

Eu estava pensando em como o BOINC e seus projetos de computação voluntária poderiam ser melhor divulgados, e então lembrei que há muitos anos, em 2002, fui entrevistado para duas publicações impressas a respeito do projeto [email protected]

Em outros países, os projetos de processamento distribuídos são muito melhor divulgados, com comerciais de TV (muitos podem ser vistos no Youtube), chamadas de rádio e notas frequentes nas seções de tecnologia de jornais e revistas.

O [email protected] sempre foi o projeto que deu mais "Ibope" devido à curiosidade das pessoas sobre a questão de inteligência extraterrestre, mas tenho visto muito pouco na mídia sobre os outros projetos BOINC, principalmente o World Community Grid, que é extremamente importante por buscar a cura de doenças como o câncer e a AIDS.

Considerando o número de computadores no Brasil, poderíamos estar muito melhor posicionados no ranking de países do BOINC (atualmente ocupamos a 30ª posição) e ajudando muito mais à ciência, aliás acabo de ter a idéia de reunir informações para escrever um post sobre a capacidade computacional do Brasil comparada com a de outros países.

Seguem abaixo as publicações citadas:

Janeiro/2002 - Diário do Grande ABC (SP)



Dezembro/2002 - Revista ECOS (Palmas/TO)

Histórico

O SETIBR foi fundado em 1999 e abaixo seguem algumas datas importantes no histórico do grupo:

Maio/1999: É lançado o projeto [email protected] pelo Laboratório de Ciências Espaciais da Universidade da Califórnia em Berkeley. Embora não tenha sido o primeiro projeto de processamento distribuído, alcançou rapidamente um grande número de participantes entusiasmados com a possibilidade de encontrar vida inteligente em outros planetas, e pelo seu funcionamento como um protetor de telas. A figura ao lado mostra o "cliente clássico" do [email protected]

Agosto/1999: o grupo SETIBR é criado, com o objetivo de maior divulgação do projeto, uma vez que os outros times brasileiros não tinham sites com informações em português.

Outubro/1999: lançamento do primeiro site do SETIBR, no endereço http://www.setibr.cjb.net.

Julho/2001: lançamento de um novo site para o SETIBR, que tinha então aproximadamente 200 participantes em quase 2 anos de existência.

Junho/2002: Com o objetivo de incentivar ainda mais a utilização do [email protected], a equipe de desenvolvimento do projeto criou uma página especial com sites e traduções internacionais. O SETIBR foi o site escolhido para representar o Brasil.

Setembro/2002: O SETIBR contava com 500 participantes e entrou para o ranking "Top 200" do [email protected], sendo o grupo brasileiro melhor posicionado.

Outubro/2003: o SETIBR contava com mais de 1000 participantes. Devido a problemas com o domínio setibr.org o site passou a utilizar o endereço http://www.setiathome.com.br.

Janeiro/2004: início da transição do [email protected] para o BOINC, com a disponibilização de um beta test.

Julho/2004: fim da fase beta do [email protected] no BOINC, que passou a ser o cliente recomendado. O "cliente clássico" ainda podia ser utilizado, porém os créditos eram considerados separadamente.

Dezembro/2005: fim do "cliente clássico" do [email protected] Muitos participantes tiveram dificuldades na transição do cliente clássico para o BOINC, e assim tivemos muitas desistências na ajuda ao projeto. O SETIBR chegou a 90º posição do ranking mundial de times.

Junho/2006: criação da comunidade do SETIBR no Orkut, com o objetivo de maior divulgação do time.

Agosto/2007: criação de times do SETIBR em outros projetos de processamento distribuído, como o ClimatePrediction e [email protected]

Outubro/2008: lançamento do novo site do SETIBR, no endereço http://www.setibr.org, com o objetivo de incentivar a participação nos demais projetos de processamento distribuído.

Fevereiro/2009: SETIBR chega à marca de 50 milhões de créditos processados no BOINC.

Agosto/2009: Comemorando o décimo aniversário, o SETIBR chega à marca de 100 milhões de créditos processados no BOINC.

Maio/2010: SETIBR chega à marca de 200 milhões de créditos processados no BOINC.

Agosto/2010: SETIBR chega à marca de 300 milhões de créditos processados no BOINC.

Março/2011: SETIBR chega à marca de 500 milhões de créditos processados no BOINC.

Março/2013: SETIBR chega à marca de 1 bilhão de créditos processados no BOINC.

Dia Mundial de Combate à AIDS

O Dia Mundial de Combate à AIDS foi instituído em 1988 pela OMS (Organização Mundial da Saúde) para sensibilizar as pessoas de todo o mundo sobre a necessidade de prevenção e mobilizá-las na luta contra o HIV.

A data de 1º de dezembro, escolhida para a mobilização, já foi adotada por grande parte dos países como um evento anual, contando como atividades como passeatas, maratonas, seminários, eventos esportivos, campanhas na TV e no rádio, entre outras.

Uma forma de ajudar nesta luta é doar a capacidade de processamento ociosa do seu computador para o projeto WCG (World Community Grid), que é patrocinado pela IBM e tem entre suas aplicações o [email protected], com o objetivo de descobrir a cura para a AIDS através do estudo de drogas candidatas para combate ao HIV.

O WCG/[email protected] utiliza o BOINC, um software de processamento distribuído que funciona como um protetor de tela (screen-saver).

O vídeo abaixo, em inglês, foi lançado pelo WCG especialmente para esta data, a 20ª edição do Dia Mundial de Combate à AIDS.



Para rodar o [email protected], faça o download e instale o BOINC e escolha o World Community Grid como um dos projetos.

Para maiores informações sobre o funcionamento do BOINC e de seus projetos de computação voluntária e processamento distribuído, clique aqui.

Aquecimento global

fotos tragédia santa catarinaCom as tragédias que estão ocorrendo em cidades de Santa Catarina, como Blumenau, Itajaí e Balneário Camboriú, entre outras, e que já causaram a morte de mais de 100 pessoas e deixaram 80 mil pessoas desabrigadas, estão se intensificando os estudos que relacionam os efeitos da tragédia com o aquecimento global.

Embora o estado já tenha um histórico de enchentes e deslizamentos de terra neste período do ano, especialistas alertam para a intensificação desses efeitos devido às mudanças climáticas.

aquecimento globalO projeto ClimatePrediction.net é um dos projetos de computação distribuída que utilizam o BOINC como plataforma, e que tem como objetivo exatamente a pesquisa das mudanças climáticas e os seus efeitos, por exemplo na ocorrência de furacões, tornados e enchentes, na agricultura, no consumo e disponibilidade de água potável e na demanda de energia elétrica.

Além de ajudar os desabrigados do sul do país com doações em dinheiro, roupas e alimentos, que estão sendo recolhidos por várias instituições, você também pode doar a capacidade de processamento do seu computador para o projeto ClimatePrediction.net, fazendo o download do BOINC.

Para maiores informações sobre o ClimatePrediction, acesse o site oficial do projeto(endereço na seção "Links").

Novo site do SETIBR e participação nos outros projetos BOINC

Seja bem vindo ao novo site do SETIBR !!

O SETIBR é o maior grupo brasileiro de apoio aos projetos BOINC, na 130ª posição do ranking mundial de times, porém 99% do seu processamento é destinado ao projeto [email protected], assim o site foi reformulado para facilitar a interação com os participantes atuais, incentivar a participação em outros projetos que utilizam o BOINC (principalmente World Community Grid[email protected], [email protected]  e Climate Prediction.net) e promover a divulgação a novos voluntários.

Ainda falta uma logomarca nova e uma arte para o cabeçalho da página, mas o site já está funcional.

As estatísticas são atualizadas automaticamente, bem como os links para as notícias, diretamente dos sites oficiais do [email protected] e BOINC.

O site antigo (http://www.setiathome.com.br) ainda está no ar e assim que todo o conteúdo relevante for transferido ele passará a redirecionar automaticamente para o novo endereço.

O objetivo é que passemos a ter um site com informações atualizadas sobre computação voluntária e processamento distribuído, o que ajudará a melhorar a posição do Brasil no ranking mundial (atualmente ocupamos a 30ª posição).

A Equação de Drake

"O que precisamos saber para descobrir vida no espaço ?"
-Frank Drake, 1961

Como podemos estimar o número de civilizações tecnologicamente evoluídas, aptas a se comunicarem conosco ? Trabalhando como rádio-astrônomo no Observatório Nacional de Rádio Astronomia em Green Bank, West Virginia, o Dr. Frank Drake criou um método para limitar as variáveis envolvidas no cálculo de civilizações tecnológicas que podem existir na nossa galáxia.

A Equação de Drake, como viria a ser conhecida, foi apresentada por Drake em 1961 e identifica fatores específicos que definem uma regra de desenvolvimento destas civilizações.

Embora não exista uma solução única para esta equação, ela é uma ferramenta largamente aceita pela comunidade científica. À medida em que a tecnologia avança, aumenta a assertividade em relação aos valores aceitáveis para as variáveis da equação. Abaixo, analisaremos detalhadamente cada fator.

N = R * fp * ne * fl * fi * fc * L

R = taxa de formação de estrelas apropriadas para sistemas planetários
Através de observações, verificou-se que a probabilidade de ocorrência de sistemas planetários é maior para estrelas semelhantes ao Sol. O valor da variável R deve ser igual a média anual de formação de estrelas deste tipo.

Estima-se que atualmente existam 200 bilhões de estrelas na galáxia, e que são formadas 400 novas estrelas a cada ano. Dessas 400 estrelas, de 1 a 30% seriam semelhantes ao Sol. Ou seja, valores aceitáveis para esta variável estariam entre 10 e 100 estrelas/ano.

fp = fração de R (estrelas apropriadas) com sistemas planetários
Das estrelas apropriadas para o desenvolvimento de vida em sistemas planetários, quantas estariam efetivamente circundadas por planetas ? Este será o valor da variável fp.

Com as descobertas recentes, os cientistas estão cada vez mais otimistas, sendo aceitos valores próximos de 50%. Há 2 anos, o valor máximo aceito pela comunidade científica para esta variável era 30%.

ne = número de planetas adequados por sistema planetário
Dos planetas que circundam as estrelas, quantos teriam temperatura adequada à existência de água ?

Tomando por base o nosso Sistema Solar, teríamos, além da Terra, Vênus, Marte, e talvez algumas das luas de Júpiter. Considera-se que a existência de água em estado líquido é fundamental para o desenvolvimento de vida.

fl = fração de ne (planetas apropriados) que originam vida
Dos planetas apropriados à existência de água e com temperaturas adequadas, em quantos deles ocorreria o desenvolvimento de formas de vida ?

Enquanto alguns acreditam que o desenvolvimento de vida, mesmo com condições favoráveis, é muito difícil, outros afirmam que se existe a possibilidade, a vida se desenvolveria. Ou seja, valores aceitáveis estão entre 0 e 100%.

fi = fração de planetas com vida onde se desenvolve a inteligência
A vida na Terra existe a 3,5 bilhões de anos, e a inteligência demorou um longo tempo para ser desenvolvida. Assumindo a existência de vida em outros planetas, estes podem desenvolver inteligência mais rapidamente, mais vagarosamente, ou nem sequer desenvolvê-la.

Existe uma grande incerteza com relação a este fator, ou seja, valores aceitáveis estão entre 0 e 100%.

fc = fração de planetas com vida inteligente onde se desenvolvem tecnologias de comunicação
Dos planetas onde existe vida inteligente, quantas desenvolvem tecnologias de comunicação, como por exemplo sinais de rádio e sistemas laser, que permitiria o envio de sinais e a comunicação com outras civilizações ?

Considerando que o desenvolvimento da inteligência leva ao progresso, podemos estimar que boa parte das civilizações inteligentes desenvolvam em algum momento, assim como a Terra, tecnologias de comunicação.

L = tempo de vida das civilizações inteligentes
Dos planetas onde existe vida inteligente e se desenvolvem tecnologias de comunicação que possibilitem o envio de sinais ao espaço, por quanto tempo isso aconteceria ? Tomando como exemplo a Terra, a pouco menos de 100 anos começamos a enviar sinais que podem ser recebidos por outras civilizações. Por quanto tempo continuaremos aptos a enviar estes sinais ? Embora as ameaças de impactos de asteróides ou outros fatores naturais que possam extinguir a raça humana estejam afastados, corremos o risco de destruição do planeta pelo próprio homem e então, em quanto tempo isso aconteceria ?

Seria essa consideração válida também para as outras civilizações ?


Multiplicando-se os termos da equação, teremos como resultado o número estimado de civilizações existentes na nossa galáxia, aptas a se comunicarem conosco ou com outras civilizações.

A importância da Equação de Drake é maior devido as questões que são formuladas para encontrar valores para as variáveis do que o próprio resultado em si. Obviamente o grau de incerteza deste resultado ainda é muito grande, mas a tendência é que seja diminuido à medida que aprendemos mais sobre Astronomia, Biologia e outras ciências.

Participantes

Junte-se a nós você também !

O SETIBR é o grupo brasileiro melhor posicionado no ranking mundial do BOINC. Faça o download do BOINC e entre para o nosso time, você estará ajudando a melhorar nossas estatísticas e contribuindo para a maior divulgação dos projetos de computação distribuída.

Gráfico do número de participantes do SETIBR


Você também pode consultar estatísticas detalhadas e comparar o seu desempenho com o de outros participantes no AllProjectStats, clique no link abaixo:
http://www.allprojectstats.com/top.php?type=4&projekt=0&teamid=1057423


Relação completa de participantes do SETIBR (se sua inscrição é recente, seu nome aparecerá automaticamente na lista após você receber créditos por processamento de tarefas)




















Estatísticas

Número de participantes (ver lista completa)

Participação do SETIBR nos projetos BOINC por total de créditos

Participação do SETIBR nos projetos BOINC por créditos recentes

Total de créditos

Número de créditos recentes (quanto maior melhor)


Ranking de créditos recentes (participantes do SETIBR com melhores RAC)


Você também pode consultar estatísticas detalhadas e comparar o seu desempenho com o de outros participantes no AllProjectStats, clique no link abaixo:
http://www.allprojectstats.com/showteam.php?projekt=0&id=1057423

FAQ

Esta seção é destinada principalmente aos iniciantes no projeto [email protected] e contém uma compilação das principais dúvidas.

Não entendo muito de ciência, mas me interesso pelo assunto. Posso participar ?
Claro! Você apenas precisa fazer o download e instalar o BOINC no seu computador. O programa tem o funcionamento muito semelhante ao de um protetor de tela (screen saver) comum, mas a diferença é que internamente faz bilhões de cálculos para processamento das tarefas dos projetos dos quais você participa, por exemplo para buscar a cura do câncer e da AIDS com o World Community Grid, identificar padrões de sinais inteligentes com o projeto [email protected] e fazer mapeamento de mudanças climáticas com o Climate Prediction.

Preciso pagar para fazer parte desses projetos ?
Não. A participação nos projetos é gratuita, e o BOINC, que é o software cliente, é "freeware". Você já estará ajudando muito com a "doação" do tempo de processamento do seu computador. Da mesma forma, a participação e utilização dos recursos providos pelo SETIBR também não implicam em qualquer tipo de ônus.

Posso participar dos projetos BOINC sem me associar a um time como o SETIBR ?
Sim, existem vários grupos de apoio aos projetos BOINC, mas você pode participar sem se associar a um deles. A vantagem de participar de um grupo é basicamente a possibilidade de troca de idéias e comparação de estatísticas com os outros membros. Participando de um grupo com o qual você se identifique você estará ajudando o grupo a crescer, aumentando as estatísticas e a posição no ranking do mesmo.

Preciso ficar conectado à Internet para que o BOINC processe as tarefas ?
Não. O BOINC precisa conectar à Internet apenas para enviar os resultados obtidos do processamento e fazer o download de novas tarefas. Dependendo dos projetos dos quais você escolher participar, da velocidade do seu computador e das suas preferências de processamento, o BOINC poderá demorar dias, semanas e até mesmo meses para precisar se conectar novamente à Internet. Ainda, através das configurações do BOINC, você pode determinar de quanto em quanto tempo o BOINC pode conectar à Internet, o que é bastante útil principalmente para computadores que utilizam conexão discada.

O BOINC pode danificar o processador do meu computador ?
Não. O BOINC vai utilizar a capacidade de processamento do seu computador conforme você definir nas preferências (o padrão é utilizar 100% do processamento ocioso). Entretanto, se seu computador tiver problemas no sistema de ventilação (coolers), o aquecimento demasiado do processador pode causar problemas de travamento e até mesmo danos ao processador, o que aconteceria com qualquer outro programa que também utilizasse maior capacidade de processamento. Assim, utilizar o BOINC também serve para testar se o seu hardware está adequado. Computadores antigos, com maior acúmulo de poeira nos coolers, tendem a apresentar problemas de travamento com maior frequência devido ao aquecimento do processador.

Posso rodar o BOINC em vários computadores ?
Sim, você pode instalar o BOINC em vários computadores e rodar neles os mesmos projetos ou projetos diferentes, com o mesmo login ou logins diferentes. Certifique-se de instalar o BOINC apenas em computadores nos quais você tem autorização para fazê-lo. Por exemplo, para uso do BOINC no seu computador do trabalho, consulte as políticas da sua empresa quanto à instalação de software.

Meu computador está conectado a uma rede na empresa e o BOINC não conecta. O que faço ?
Se você consegue acessar a Internet através da rede, normalmente também conseguirá utilizar o BOINC. Você pode verificar no seu navegador se existe alguma configuração de proxy (no Internet Explorer o caminho é Ferramentas, Opções, Conexões da Internet, Configuração da LAN) e, se sim, aplicar a mesma configuração no BOINC (Menu Avançado, Opções, Proxy de HTTP). Se não funcionar, consulte o seu administrador de rede, que poderá orientá-lo quanto à configuração adequada.

Um hacker poderia conseguir "entrar" no meu computador através do BOINC ?
Não. O BOINC faz conexão apenas com os servidores dos projetos dos quais você participa, utilizando autenticação e criptografia para tal, e assim não oferece qualquer risco de segurança. Certifique-se apenas de fazer o download do programa do BOINC do site oficial, pois uma prática comum é a de inserir códigos não-autorizados e vírus em programas populares, assim o download do BOINC de outras fontes traz riscos. A página de download do SETIBR redireciona para o site oficial do BOINC, para evitar este risco.

O BOINC interfere no funcionamento de outros programas ?
O BOINC é um programa como outro qualquer, então também consome recursos de processamento e memória do seu computador. Embora na configuração padrão o BOINC utilize na totalidade os recursos ociosos do seu computador, é possível configurá-lo para limitar esses recursos e definir até em que horários o BOINC pode rodar.

Como funciona o sistema de créditos do BOINC ?
Leia este post específico sobre esse assunto: Sistema de Créditos do BOINC.

Esta seção está em construção. Você pode esclarecer dúvidas adicionais na lista de discussão do SETIBR e na comunidade do SETIBR no Orkut, contando com a ajuda dos outros participantes.

Download

Screen-saver do projeto SETI@homeO software cliente do BOINC utiliza a capacidade de processamento ociosa do seu computador ou dispositivo móvel na ajuda à ciência, com limites que você pode configurar.

O BOINC pode funcionar também como um tipo especial de screen-saver (protetor de tela), Screen-saver do projeto Climate Predictioncomo nos exemplos das figuras ao lado (versão para Windows), dos projetos [email protected] e Climate Prediction. Enquanto você está tomando café, atendendo um telefonema ou almoçando, seu computador contribui para projetos de processamento distribuído, por exemplo ajudando a descobrir a cura do câncer e da AIDS, resolvendo problemas e equações matemáticas, fazendo estudos sobre mudanças climáticas, aquecimento global e buscando por inteligência extraterrestre.
O software está disponível para vários sistemas operacionais rodando sobre várias plataformas, é extremamente estável e fácil de usar.
Clique aqui para fazer o download do BOINC a partir do site oficial

Clique aqui para o tutorial de instalação do BOINC

Após o download, basta executar e seguir as instruções para instalação.

O BOINC também está disponível para dispositivos com Android, como celulares ou tablets.

Escolha os projetos dos quais você quer participar e seu computador estará pronto para ajudar a ciência.
Para se filiar aos times do SETIBR nos projetos BOINC, utilize os links ao lado ou pesquise por "SETIBR" na busca de times.

BOINC

BOINC (Berkeley Open Infrastructure for Network Computing), é uma plataforma aberta para projetos de processamento distribuído, como o [email protected]

O software cliente do BOINC é altamente customizável e permite que você escolha quais projetos vai ajudar e defina quanto do processamento do seu computador será destinado a cada projeto. Além de ajudar a buscar por vida inteligente com o [email protected], você pode ainda ajudar a vários outros experimentos científicos, por exemplo: busca pela cura de doenças como o câncer e a AIDS, estudos climáticos e de aquecimento global, estudos astronômicos, etc.

O funcionamento do BOINC é basicamente o seguinte:

  1. após o download e instalação do BOINC, você define de quais projetos vai participar. Você pode definir preferências específicas para cada projeto, por exemplo para limitar o uso de processamento, memória e espaço em disco;
  2. o BOINC conecta aos servidores dos projetos selecionados e faz o download das "aplicações" dos projetos, que são basicamente os programas para processamento das informações daquele projeto em específico;
  3. o BOINC conecta aos servidores dos projetos e faz o download das "tarefas", que são basicamente os dados a serem processados;
  4. Após o processamento das tarefas, o BOINC retorna os resultados para os servidores dos projetos.
O BOINC faz automaticamente as atualizações das aplicações dos projetos dos quais você participa e o download de novas tarefas para processamento. Assim, após a configuração básica, você não precisará fazer nada, e terá um software que funciona como um screensaver (protetor de tela) e que ajuda a ciência.

O próximo passo é fazer o download do software cliente do BOINC.

Para maiores informações sobre o BOINC, acesse o site oficial (endereço na seção "Links").

[email protected]

O [email protected] é um experimento científico que utiliza a capacidade de processamento ociosa de computadores conectados à Internet de voluntários para a busca de inteligência extraterrestre através da análise de sinais do espaço obtidos de um rádio-telescópio.

SETI (Search for Extraterrestrial Inteligence), ou Busca por Inteligência Extraterrestre, é uma área da ciência dedicada à busca de vida inteligente fora do nosso planeta. A abordagem do [email protected] é conhecida como "rádio SETI", ou seja, busca de sinais inteligentes através de sinais de rádio. Esta abordagem é muito bem ilustrada no filme "Contato" (ao lado, Jodie Foster em cena do filme).

Os sinais analisados pelo [email protected] são obtidos principalmente pelo rádio-telescópio de Arecibo, em Porto Rico, e que é o maior rádio-telescópio fixo do mundo, com uma antena de 305 metros de diâmetro. A análise dos sinais de rádio exige uma capacidade de processamento muito grande, assim em 1995 surgiu a idéia de se dividir os sinais captados em pequenos "pacotes" e distribuí-los para processamento por computadores de voluntários ao redor do mundo.

Você pode participar instalando o BOINC, que é o software sobre o qual rodam as aplicações do [email protected]

Para maiores informações sobre o [email protected], acesse o site oficial (endereço na seção "Links").


Estatísticas do SETIBR ( ver estatísticas detalhadas)

Top 10 participantes do SETIBR (ver lista completa)